Home / Economia / Autoridades federais, estaduais e municipais traçam caminhos para o desenvolvimento do Norte e Noroeste.

Autoridades federais, estaduais e municipais traçam caminhos para o desenvolvimento do Norte e Noroeste.

Autoridades de Campos dos Goytacazes e região com o diretor da ANTT.

O Norte Fluminense será o maior Polo Logístico do Brasil, e nos próximos 20 anos será tão próspera quanto a região econômica mais privilegiada da Europa. A região está inserida no rol de investimentos da ordem de R$ 60 bilhões que vão ser realizados no Norte do Estado e Nova Iguaçú nos próximos anos. Estes e outros dados positivos sobre o prognóstico da economia regional foram apresentados no Seminário de Desenvolvimento Regional, realizado no Centro de Convenções da Uenf.

Autoridades dos governos federal, estadual e dos municípios das regiões Norte e Noroeste Fluminense participaram do evento,que teve início na quarta-feira e terminou na noite desta quinta-feira no Centro de Convenções da Uenf.
O diretor da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Carlos Frederico Freire) informou que dos 176 quilômetros previsto para duplicação da BR-101, mais de 120 já foram concluídos. Estamos providenciando as etapas finais da burocracia jurídica para construir o contorno de Campos.

O secretário de Transportes do Estado Telmo Pinho, anunciou 10 projetos de infraestrutura para a região. O.primeiro destacado pelo secretario é a construção da Rodovia RJ 244 que vai ligar Campos ao Porto do Açú. Atualmente o Porto demanda 120 carretas por dia.

O diretor superintendente da Yaris, holding controladora da Autopista Fluminense destacou que empresa operadora da BR-101 teria investido R$499 milhões na rodovia em 2018, “mas devido aos entraves ambientais só foi possível investir R$200 milhões”.
No contraponto, Salmo Pinho destacou que “no trecho de maior densidade urbana entre Rio e Espírito Santo, que é em Campos, a rodovia BR-101 ainda é em pista simples. O trecho a ser construído em contorno também precisa ser em pista dupla e tem que ser iniciada no ano que vem”.

Nova Ferrovia

“Até final de junho entregaremos para o governo federal o projeto da EF-118, com prioridade para o trecho que denominamos Ferrovia Rio-Açú.
Vamos pedir ao governo federal que multe a FCA por ter descumprindo o edital da licitação e que parte da multa seja aplicada neste trecho que vai fazer o Rio ser grande polo logístico portuário para o Brasil”, destacou Delmo Pinho.

Sobre o Aeroporto de Campos, Delmo Pinho falou que o governo do RJ vai pedir recursos da outorga milionária que o Tom Jobim paga ao governo federal para reestruturação do Bartholomeu Lisandro.

T Port Macaé e o Complexo Logístico Barra do Furado.

De acordo com o secretário, o estado do RJ tem tudo para ser nos próximos 20 anos o clister do petróleo do Hemisfério Sul.
O conjunto de empreendimentos do Norte do Estado nos próximos 20 anos vai tornar essa região no mesmo patamar econômico da região mais privilegiada economicamente da Europa, como a pujança econômica da Austrália, etc.

Por sua vez, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Campos, Felipe Quintanilha, destacou que a ponte da integração, que já teve várias datas para ser inaugurada. Ele falou sobre a importância da ponte para o Porto do Açu e região. Ele defendeu os esforços dos municípios que integram o Cidennf.

O vereador Eduardo Crespo, que é agrônomo da Uenf, classificou o seminário como “muito importante porque ficou patenteado a vontade política dos atores, agregados pelo Cidennf, que é o Consórcio de municípios que une forças com os órgãos públicos municipais, estaduais e da união com as entidades do setor produtivo para promover o desenvolvimento regional”.

Da Redação

 

 

Você pode Gostar de:

Um jovem preso e dois adolescentes, drogas e material do tráfico de drogas apreendidos pela PM em São João da Barra

Um jovem, de 22 anos, foi preso e dois adolescentes, de 17 anos, foram apreendidos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *