Home / Educação e Cultura / Conheça o drama dos estudantes do Norte de Campos sem transporte universitário

Conheça o drama dos estudantes do Norte de Campos sem transporte universitário

Estudantes universitários dos municípios do Norte de Campos, distante até 70 quilômetros do Polo Universitário que fica na área central da cidade, sofrem com o caos no transporte coletivo e a falta do transporte universitário, que é oferecido por Prefeituras de cidades menores da região de Campos. Eles estudam com sacrifício, devido a distância de onde moram para a cidade, como é o caso dos estudantes que moram nos distritos de Conselheiro Josino, Vila Nova, Morro do Coco, Santa Maria e Santo Eduardo, que é limite do Estado do Rio de Janeiro com o estado do Espírito Santo.

Devido ao caos do transporte público em Campos, muitos estudantes são obrigados a vir para as universidades mais cedo, e também ocorre que outros são obrigados a sair da aula e ficar com fome ou gastar o dinheiro da passagem com alimentação, porque são obrigados a esperar por horas pelo ônibus que vai fazer o itinerário de volta para a localidade onde moram. Eles já tentaram obter o transporte universitário da Prefeitura, mas receberam não como resposta. A Secretaria de Educação alega que não tem recursos para custear o serviço.

Os universitários decidiram pedir apoio aos vereadores. Na Câmara, ao tomar conhecimento da situação dos estudantes, o vereador Eduardo Crespo, que é agrônomo da Uenf, (Universidade Estadual do Norte Fluminense, decidiu abraçar a causa. “Estou empenhado na defesa do transporte para os estudantes universitários da região. Ao tomar conhecimento da situação, prontamente me coloquei à disposição desses estudantes para fazer a interlocução com os órgãos competentes para assegurar aos universitários do interior o direito de poder continuar seus estudos na cidade”. disse Crespo ressaltando que manteve contato com o secretário de Educação, Brand Arenari, e que o mesmo confirmou o que já havia sido informado para os estudantes, ou seja, a Secretaria de Educação não tem recursos para custear o transporte universitário. Contudo, o vereador argumenta que a negativa não é motivo para desistir.

_Não podemos desistir diante das dificuldades. Busquei outras alternativas junto a outros órgãos da municipalidade, e inclusive levei o pleito dos universitários ao presidente do Legislativo, que é o vereador Fred Machado, a quem pedi apoio para encontramos uma solução o mais rapidamente possível, porque a causa requer urgência, porque afinal, os alunos estão em aula e muitos estão sendo prejudicados_ declarou o vereador.

Crespo disse ainda que junto a gestão ao IMTT e à Superintendência de Inovação e Tecnologia, que é um dos órgãos da municipalidade vinculado à área da Educação, verificou que a Superintendência de Ciência e Tecnologia tem recursos do orçamento da ordem de mais de R$ 1 milhão, e que esses recursos podem ser utilizados para custear o transporte dos universitários que moram afastados do pólo universitário de Campos. O vereador Eduardo Crespo adiantou que na reunião com o presidente da Câmara, Fred Machado ficou acordado que “na próxima semana estarei tratando da questão com o Superintendente de Inovação e Tecnologia, Romeu e Silva Neto, e em seguida estaremos em reunião com o presidente do IMTT (Instituto Municipal de Trânsito e Transportes), Felipe Quintanilha. Certamente que estes gestores da Prefeitura vão se sentir sensibilizados com a causa dos universitários, e com boa vontade resolver essa reivindicação que é justa, é de direito e de possível solução”, defende Crespo.

Da Redação

Você pode Gostar de:

Pescador de 56 anos está desaparecido em Barra do Itabapoana

O pescador Geraldo Ayres Rosa, de 56 anos está desaparecido desde a noite do último …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *