Home / Campos RJ / Justiça determina que o IMTT devolva as linhas da Rogil no interior de Campos, bem como libere os ônibus da empresa apreendidos pelo do órgão.

Justiça determina que o IMTT devolva as linhas da Rogil no interior de Campos, bem como libere os ônibus da empresa apreendidos pelo do órgão.

Na semana passada o juiz da 5ª Vara Cível concedeu liminar para a empresa Viação Rogil que tornou sem feito o Decreto da Prefeitura que retirou linhas de ônibus da Rogil e de outras empresas. O juiz Rubens Sá Viana determinou que o IMTT devolvesse as linhas da empresa no interior de Campos, bem como liberasse os sete ônibus da Rogil apreendidos em Ururaí pelos fiscais do órgão de trânsito da Prefeitura.

O magistrado determinou multa diária contra a Prefeitura por cada ônibus não liberado. A decisão suspende os efeitos do Decreto, e, consequentemente obriga o retorno dos ônibus retirados de linhas do interior. Contudo, o IMTT manteve as linhas suspensas com alegação de que não tinha sido notificado da decisão da Justiça.

Algumas localidades que ficaram sem os ônibus, por força do Decreto, ainda continuam em dificuldades. É o caso, por exemplo, dos moradores das localidades do interior do distrito de Travessão de Campos, como Santa Ana e Paraíso.

“Depois da decisão da Justiça, o ônibus voltou a circular aqui na sexta-feira, mas também foi retirado outra vez por determinação do IMTT, conforme informou a empresa. O IMTT alegou que valia a decisão do Decreto do prefeito Rafael Diniz, porque eles ainda não tinham sido notificados pelo juíz. Enquanto isso, nós estamos sendo obrigados a usar o meio de transporte que podemos: bicicleta, carona com quem tem carro, carona em trator, em charrete, fazemos vaquinha para alugar ônibus, até que alguma autoridade entenda que temos o direito ao transporte”, declarou Suellen Pinheiro.

Da Redação

Você pode Gostar de:

Primeira morte por covid-19 em campos dos Goytacazes rj.

  Neste sábado, 11 de abril, Campos registrou a primeira morte por Covid-19. A vítima, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *