Home / Saúde / Meningite: Seap matém suspensas as visitas e saídas de internos no Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos, retomam na semana que vem.

Meningite: Seap matém suspensas as visitas e saídas de internos no Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos, retomam na semana que vem.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap-RJ) confirmou que seguem suspensas até 23 de maio tanto as visitas quanto qualquer saída e entrada de presos do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos.

A medida, tomada pela Vara de Execuções Penais na segunda-feira (13), faz parte do protocolo de prevenção à meningite bacteriana, já que um detento da unidade foi diagnosticado com a doença e um segundo interno também  sob suspeita de meningite, que estava internado em observação, ambos no Hospital Ferreira Machado (HFM), em Campos. Esse último recebeu alta médica na tarde dessa terça-feira (14). Desse detento, o diagnóstico só será concluído, após o Núcleo de Vigilância Epidemiológica do HFM receber o resultado dos exames que foram encaminhados ao Laboratório Noel Nutels, no Rio de Janeiro.

“Os internos e servidores que tiveram contato com o preso estão recebendo o tratamento de quimioprofilaxia Informamos que foi descartada, após o resultado dos exames, a contração da meningite pelo outro detento que foi encaminhado ao hospital com sintomas parecidos do primeiro caso”, diz a Seap.

Matéria relacionada

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) suspendeu desde sábado as visitas de familiares e as saídas de presos do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos. A decisão foi devido após um detento ser diagnosticado com meningite bacteriana (a mais comum). Na cela com o paciente estavam mais 19 internos. Famílias de internos não satisfeitas com a suspensão das visitas, realizaram na segunda-feira (13) um manifesto em frente a unidade prisional.

Segundo a Seap, o caso está sendo acompanhado e outros dois detentos com sintomas parecidos, também foram encaminhados ao Hospital Ferreira Machado, como o site NJ Notícias em Foco divulgou com exclusividade, na manhã de sábado.
Ainda de acordo com a Seap, a Coordenação de Saúde está tomando todas as providências cabíveis e os detentos e servidores que tiveram contato com o preso estão recebendo o tratamento de quimioprofilaxia.
Quanto as visitas e saídas foram suspensas temporariamente em caráter de emergência e, retornaram na quinta-feira, da semana que vem.

De acordo com o HFM, os dois detentos internados, estão recebendo total atenção e medicação. O paciente que teve a doença confirmada está internado em isolamento na UTI e recebendo medicação com antibióticos e o quadro dele inspira cuidados.

O HFM informou também que foi realizado exame no segundo paciente e não foi apontado diagnóstico de meningite. Segundo a unidade, ele recebeu os procedimentos relativos à quimioprofilaxia como medida preventiva e está internado em isolamento do Setor de Doenças Infecto-Parasitárias. O estado de saúde dele é estável.

O responsável pelo setor, o médico infectologista Nélio Artiles, garantiu que todo procedimento realizado, desde a chegada dos pacientes na unidade foi cumprido.

Artiles disse ainda que, o perigo de uma aglomeração de pessoas e nessa época do ano, contribui para o surgimento de doenças respiratórias e a meningite. “Nessa época, é necessário manter o ambiente arejado e a limpeza ser feita com pano úmido. Todos os pacientes do presidio serão examinados assim como funcionários”, declarou o médico.
Por: Sandra Santos

Você pode Gostar de:

Pescador de 56 anos está desaparecido em Barra do Itabapoana

O pescador Geraldo Ayres Rosa, de 56 anos está desaparecido desde a noite do último …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *