Home / Geral / Moradores do Parque Saraiva exigem obras e respeito pelo direito de ir e vir, desrespeitados pelo município.

Moradores do Parque Saraiva exigem obras e respeito pelo direito de ir e vir, desrespeitados pelo município.

“Sempre que procurávamos uma solução do município, a resposta foi sempre a mesma, a culpa é do governo passado. Não vivemos de passado, e sim, do presente. O presente, são crianças indo às escolas toda suja de lama”, desabafou a professora Luciana Moura, carinhosamente conhecida como “Tia Lú”, ela e vizinhos buscam do prefeito Rafael Diz, uma solução para os problemas das ruas com crateras e imundadas pelas chuvas no Parque Saraiva, em Goitacazes

Tia Lú não se limita com os moradores pelas melhorias no seu bairro, para que todos possam exercer o direito de todo cidadão, de ir é vir. O bairro está dentro de buracos e água em todas as ruas.

“Sabemos que os problemas não são novos mas, podem ser solucionados se as autoridades competentes olhassem um pouco para à população. Eu digo que amo a minha profissão mas, tenho o meu bairro em minhas veias e, por isso, estamos nos organizando para mais uma tentativa junto ao prefeito Rafael Diniz nos ouvir e cumpri com o dever de trazer as obras para o bairro”, declarou  a professora.

Revoltados com os buracos e alagamentos nas ruas após as chuvas, moradores do Parque Saraiva ameaçam fechar a RJ 216 (Campos/Farol), na manhã de quinta-feira ( 23), em protesto ao descaso do governo Municipal de Campos. Com a chuvarada que caiu nos últimos dias em Campos e Região, o Parque Saraiva, em especial as ruas Coronel Barros, Silvino Canela e Travessa Júlio Botelho, são as principais atingidas.

Os moradores não sabem mais a quem apelar para resolver dois problemas crônicos que são a água acumulada e os buracos que se formaram em toda a extensão. Em dias de sol, o problema é com a poeira que invade as residências.

A situação se arrasta há mais de duas décadas no entorno das casas construídas pela Caixa Econômica Federal em Goitacazes.
A chuva não precisa ser mais forte, as ruas alagam, tornando quase impossível a passagem de pessoas e veículos. O transporte público há dois anos não circula mais e o alternativo reduziu em 60% no bairro.
Ainda no governo Rosinha, foi iniciada a obra de asfaltamento no bairro, no projeto municipal “Bairro Modelo”. Até a troca de governo, nas eleições municiais, todos os paralelepípedos das ruas e avenidas foram arrancados mas, não houve recolocação após as eleições com a vitoria nas urnas da oposição. Tudo foi deixado no meio do caminho.  Por causa da demora na conclusão, além de não resolver, piorou a situação. A administração atual já foi procurada, mas, ainda não anunciou um prazo para retomar as obras e assim, resolver o problema do bairro.

As ruas já contam com galerias de águas pluviais, porém os bueiros foram praticamente fechados pela lama levada com a água das chuvas. O JN Notícias em Foco ainda aguarda resposta do governo municipal.

“Filho feio não tem pai. agora com a a creche nova entregue à população em Goitacazes, quem nunca foi nos visitar na outra unidade, aparece aqui como se fosse o pai da criança”, Nós moradores precisamos de socorro. precisamos que o prefeito e vereadores olhem, por nós, população”, desabafou Tia Lú garantindo que de alguma forma os moradores chegarão ao prefeito em busca de uma resolução para os problemas no Parque Saraiva.

Por: Sandra Santos

Você pode Gostar de:

Tite anuncia lista da seleção com Neymar e algumas novidades Jogos contra a Colômbia, dia 6, e Peru, dia 10, marcam início da preparação da equipe para as Eliminatórias, que se iniciarão em março próximo

Na primeira convocação após a Copa América, o técnico Tite incluiu, nesta sexta-feira (16), o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *