Ultimas Noticias
Home / Polícia / MPRJ, GAP, Polícias Militar, Civil, e Rodoviária Federal , além de cães e agentes da Guarda Municipal, cumprem mandados de Prisão na Baixada campista , na “Operação Triunvirato”, para desarticular organização criminosa.

MPRJ, GAP, Polícias Militar, Civil, e Rodoviária Federal , além de cães e agentes da Guarda Municipal, cumprem mandados de Prisão na Baixada campista , na “Operação Triunvirato”, para desarticular organização criminosa.

Três procurados foram encontrados em Farol de São Thomé, onde drogas e material para tráfico foram apreendidos

A operação denominada “Triunvirato” voltou às ruas de Campos, com objetivo de desarticular uma organização criminosa de tráfico de drogas e armas, além de execuções em toda baixada campista, com ramificação no município de Porciúncula.  Desde o início da manhã, desta quarta-feira, estão nas ruas para cumprir 36 mandatos de prisão e 26 de busca e apreensão. A ação conta com apoio das Polícias Rodoviária Federal (PRF)e Militar, Grupamento Operacional com Cães (GOC). Ao todo, participam 250 agentes.

Doze pessoas já foram presas até o momento. A ação segue cumprindo mandados no Distrito de Goitacazes, Nova Goitacazes, comunidade do transmissor ainda em Goitacazes, Mineiros, Saturnino Braga,  Farol de São Thomé , Simultaneamente também na cidade de Porciúncula.

A “Triunvirato”, teve início após investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) com o Grupo de Apoio à Promotoria (GAP) e agentes da 134ª Delegacia de Polícia do Centro de Campos.

Segundo o MPRJ, a organização criminosa seria liderada por Fernando Balbinot, o “FB, preso em flagrante no ano passado com armas, drogas e farto material do tráfico de drogas. Com ele também estava um caderno de anotação no qual, continha informações em anotações que preliminarmente dava conta de toda movimentação do bando e local onde armas e munições eram escondidas. Ocasião em que outro suspeito foi preso, Jonatas Nunes de Barros, o “Cocão”.

As investigações do MPRJ, concluiu ainda que de dentro da cadeia pública “FB” estaria mantendo a liderança da organização e travando disputas com outras facções que atuaria em Goitacazes e Nova Goitacazes, assim como ele determinava a liberação de armas aos integrantes da quadrilha e a atuação de cada componente.

Resultado da Operação.

– 12 Pessoas autuadas e presas
– Cadernos com anotações para o tráfico apreendidos
– 02 Munições cal. 9mm apreendidas
– 17 Invólucros plásticos de maconha apreendidos
– Diversos pinos plásticos para armazenamento de cocaína apreendidos
– 838 Invólucros plásticos de cocaína (pinos) apreendidos
– R$ 11.464 apreendidos
– 04 Aparelhos celulares apreendidos
– 03 Balanças de precisão apreendidas
– 03 Veículos apreendidos
– 02 Rádios de comunicação apreendidos

Por: Sandra Santos

 

Você pode Gostar de:

Governo do Rio institui programa de horas extras (RAS) para agentes do Degase Somente poderão ser incluídos no programa aqueles que estiverem em efetivo exercício no órgão de origem ou lotados na secretaria à qual se subordinam

O governo do estado instituiu o Regime Adicional de Serviços (RAS) para os agentes de segurança …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *