Home / Campos RJ / MPT e PRF deflagram operação para apurar irregularidades trabalhistas na Usina Canabrava, em Campos

MPT e PRF deflagram operação para apurar irregularidades trabalhistas na Usina Canabrava, em Campos

Uma operação do Ministério Público do Trabalho (MPT) com apoio da Polícia Rodoviária Federal para investigar denúncias de trabalhadores de irregularidades trabalhistas e trabalho análogo a escravo, contra a usina de cana de açúcar Nova Canabrava, em Campos. A aconteceu na manhã desta terça-feira (13).

A investigação começou em uma pousada usada como alojamento de cerca de 132 trabalhadores recrutados e oriundos de Minas Gerais que foram demitidos e alegam não ter recebido seus direitos trabalhistas, como a rescisão. Ainda na denúncia, os ex-trabalhadores afirmam que a empresa não devolveu a carteira de trabalho e estão sendo obrigados a assinar a baixa do contrato sem direito a nada.

O grupo de 132 pessoas veio de Minas Gerais para trabalhar na Nova Canabrava e hoje, querem somente seus direitos e voltar para a casa o quanto antes.

Quanto a denúncia de trabalho escravo, o MPT e a PRF não encontraram evidências para a denúncia. as irregularidades foram encontradas. As irregularidades estão nos direitos dos trabalhos que até então não foram cumpridos pela empresa.

Em nota, representantes da Nova Canabrava afirmam que: “não procedem as informações de trabalho análogo ao escravo…A Nova Canabrava confirma que que uma equipe do Ministério Público do Trabalho de Campos dos Goytacazes e auditores fiscais do trabalho do ministério da economia estiveram na sede da empresa na manhã de hoje (13/08) para fiscalização e para apurar divergências de informações.

Para quaisquer esclarecimentos, será realizada uma coletiva de imprensa na próxima quinta-feira (15/08) às 17h, com a procuradora do trabalho Dra. Sarah Bonnaccorsi Golgher e representantes da empresa. A coletiva será realizada na sede do ministério Público do Trabalho (MPT) de Campos dos Goytacazes, localizada no Edificio Lumina, rua Dr. Siqueira, 139, 11 andar, no Parque Tamandaré, Campos dos Goytacazes.

Desta forma, a Nova Canabrava reitera que cumpre os princípios trabalhistas conforme a Constituição Federal, primando sempre pelo respeito, bem estar e dignidade de seus colaboradores”. diz a nota.

Da Redação/Fonte: Nova Canabrava

Você pode Gostar de:

Com 19 mil doses aplicadas, vacinação contra a gripe em Campos retoma dia 30

Campanha será interrompida às 11h desta sexta (27 de março). Prefeitura já solicitou ao Estado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *