Home / Campos RJ / Sem acordo entre pediatras intensivistas e Rafael Diniz, UTI Pediátrica do HFM continua fechada.

Sem acordo entre pediatras intensivistas e Rafael Diniz, UTI Pediátrica do HFM continua fechada.

 

Como foi publicado nas primeiras horas desta sexta-feita (02), pelo JN Noticias em Foco, está fechada a UTI Pediatrica do Hospital Ferreira Machado. A confirmação foi feita pelo Coordenador da UTI/HFM, Doutor Marianto de Freitas Cunha Filho, lembrando que desde o dia 31 último ja havia sido feita a solicitado que seja feita a transferência dos pacientes para outras unidades.

Os médicos que atendem no local não entraram em um acordo até o momento com o prefeito Rafael Diniz. Houve várias reuniões entre as partes, mas nesse momento, não há nenhuma previsão se a situação irá melhorar. Os médicos que trabalham no final de semana, deveriam receber por regime de substituição, pelo fato do município não ter médicos plantonistas concursados.

No entanto, Rafael Diniz não estaria efetuando o  pagamento aos funcionários e, para piorar, de acordo com o decreto feito no último dia 12, não há previsão para que esse pagamento seja realizado, como havia sido informado anteriormente que seria feito deposito no proximo dia 10 de agosto. Sendo assim, os médicos ficam impossibilitados de exercer o trabalho sem receber.

Relembre a matéria:

Unidade de Terapia Intensiva Pediatrica (UTIP) do Hospital Ferreira Machado fechada por falta de condições de Trabalho e de médicos

O comunicado sobre a suspensão das internações e a solicitação das transferências imediata dos pacientes já internados, foi feita pela Coordenador  da UTI/HFM, Doutor Marianto de Freitas Cunha Filho, na ultima quarta-feira (31), ao Superintendente Doutor Pedro Hernesto Simão, para o Sindicato dos Médicos, Ministério Público e o Conselho Regional de Medicina.

A justificativa foi a falta de pediatras intensivistas concursados, lacunas que vinham sendo preenchidas por pediatras no regime de substituição ou gratificação. Pagamento que foi cortado pela atual gestão do municipal.

No documento encaminhado, as considerações davam justificavam o fechamento e a tranferência dos pacientes para outras unidades de saúde. No entanto, no mesmo pedido a coordenação reconhece que o HFM , é um hospital que atende  com competência comprovada , pacientes oriundos de Campos e demais Municípios que compõem a região Norte e noroeste Fluminense, que necessitam de atendimento Emergência e urgência , mesmo com a crise financeira vivida no Município.

Nas considerações, o coordenador destaca que a UTI Pediátrica do HFM, é a única pediátrica do Sistema Único de Saúde (SUS) do Norte do Estado. Mas lembra que a equipe médica que trabalha na UTIP, tem no momento médicos (as), que recebem por substituição no plantão de sábado e domingo, por falta de médicos pediatras intensivistas concursados.

A falta de pagamento do serviço já prestado e as próximas prestações de serviço médico,  que recebem por substituição , invibializa a continuidade do funcionamento da UTIP do HFM.

Em razão, “Teremos que solicitar à esta Superintendência e transmitir a todos os interessados na assistência à saúde no nosso Município, que a partir do dia dois de Agosto de 2019, teremos que suspender as internações e solicitar a transferência imediata , com respaldo do Ministério Público , do Conselho Regional de Medicina e do Sindicato dos Médicos, a transferência dos pacientes ainda internados na UTI Pediátrica do nosso hospital. Ciente da compreensão da gravidade da situação vivênciada, aguardamos uma solução favorável a todos”, diz o documento assinado pelo médico Marianto de Freitas Cunha Filho, responsável pela UTIP do HFM.

A nossa equipe pediu esclarecimento da Secretaria de Saúde de Campos, mas a unica informação foi de um funcionário de que o pagamento seria depositado no próximo dia 10.

Por: Sandra Santos

Edit

Você pode Gostar de:

Concurso ambiental premia estudantes.

Alunos da rede municipal produziram vídeos sobre a Reserva Caruara para projeto da Porto do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *